A nossa biblioteca

A nossa biblioteca
Vista geral

terça-feira, 29 de novembro de 2016

MARATONA DE CARTAS 2016 (4)

Eren Keskin (Turquia)




Advogada e antiga diretora de um jornal, Eren Keskin é uma voz crítica do Estado turco há décadas. Há 11 anos um dos seus discursos enfureceu as autoridades, acusando o Estado de “assassinar uma criança de 12 anos”: Uğur Kaymaz. Para Eren, a morte desta criança às mãos do exército, em 2004, é uma das muitas manchas na história da Turquia, pelas quais as autoridades têm de ser responsabilizadas.

Eren já foi acusada mais de 100 vezes por denunciar e criticar o tratamento dado pelas autoridades turcas à minoria curda no país. Em 1995, esteve seis meses na prisão apenas por ter escrito “Curdistão” num artigo. Todo o volume de casos contra ela não é senão perseguição e intimidação judicial. 

O seu único crime tem sido expressar-se contra a injustiça na Turquia. O tempo está a esgotar-se. Mais julgamentos significam que poderá ser presa a qualquer momento e por muito tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário